quarta-feira, maio 11, 2011

vamos falar do futuro

Quando você é criança, adolescente, adulto ou velhinho, você tem preocupações, e creio que muitas delas é sobre o tão misterioso futuro. Talvez porque ele é incerto. E, você sabe, as pessoas se interessam mais por aquilo que não é certo, que não tem data prevista e etc. Para mim, e suponho que para a grande maioria, o futuro causa medo. Afinal, você planeja, arruma uma coisinha aqui e ali, encaixa outra pra tudo ficar do seu jeito. Do jeito certo. E você fica de dedos cruzados, torcendo para que seu futuro de fato seja do jeito que você anseia.
Porém, como sabemos, ele é imprevisível e acaba saindo da forma contrária que você pensava. E então, você fica completamente, definitivamente, absolutamente em choque, chora e fala pra si mesmo que isso não pode, de maneira alguma, estar acontecendo.
Pronto, é o estopim pra você ficar puto, putíssimo. E com razão! Que futuro danado, poxa, não sabe obedecer! E não sabe mesmo, esse desobediente.
"Ok", você pensa, "vamos tentar de novo".
E aí você recomeça: planeja de novo. E por mais que não dê certo, você tenta de novo. De novo e de novo. E é isso que torna o ser humano tão magnífico. É essa esperança toda.

7 comentários:

  1. Sabe Mari, essa coisa toda de esperança fode com a gente, não é mesmo? Sei lá, mas eu penso que se não me restasse essa maldita, não acreditar que tudo pudesse ser diferente, e por consequência, não quebraria a cara. Mas fazer o quê, né? É assim...
    Adorei o texto!

    ResponderExcluir
  2. A graça da vida é essa, se ficarmos satisfeitos e conseguirmos tudo de mão beijada, qual a graça?
    Mesmo que sejam más sensações, sofrer é bom, batalhar pelas coisas é bom, quebrar a cara é bom...
    É bom porque aprendemos com a vida e levamos estes ensinamentos para o futuro. Tudo que é perigoso, proibido, impossível é mais legal, diz que não é?
    A adrenalina é a melhor das sensações, não ter o poder das coisas, de planejar uma coisa e ela não sai do seu jeito é fascinante, a única coisa que podemos fazer é entrar na dança que é a vida.

    Eu amo tu sua cabrita!
    beijaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaoooooooooo minha lindona!

    ResponderExcluir
  3. http://www.celularespiao.org

    Se você precisar de um Grampo para telefone Celular, saiba que somos

    pioneiros na confecção destes equipamentos. Escuta de celular ou grampo

    telefonico Você grava tudo de forma totalmente segura e oculta e ainda

    pode receber as suas gravações por e-mail.

    ResponderExcluir
  4. http://www.marketingdeinternet.org/

    Todas estas perguntas nós temos a resposta e podemos construir o caminho para o sucesso da sua empresa. Seja ela um pequeno Bufe numa cidade do interior ou uma grande rede de lojas de varejo que queira ganhar o seu espaço na internet.
    Não temos receitas prontas, nem publicamos livros sobre Marketing de internet porque a internet é algo que muda a todo instante e voce precisa ter o Know How de anos de experência para poder oferecer ao seu cliente resultados concretos e não riscos.

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito do seu blog. Obrigada por ter visitado o meu!

    ResponderExcluir
  6. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara echeguei até vc através do Blog "Entrelnhas". Bom, tantaousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, queeu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreveprecisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seucomentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemosnos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meioliterário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autoresdivulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar épreciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. Sãonarrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram dedentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menosenrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para opensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seurosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Te indiquei para um desafio no meu blog!

    http://bomdiasophia.blogspot.com/2011/07/desafio.html

    ResponderExcluir